Apreensão de pássaros

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu mais de 500 pássaros em Paraty, no sul do estado. Parte dos animais estava escondida no forro das portas de um carro.

Os animais estavam em um carro pequeno. E para transportar 503 pássaros dentro dele, o casal detido pela policia usou de crueldade. Os bichos foram colocados em caixas, onde eram guardados até 10 animais em cada uma.

Parte dos pássaros foi encontrada no porta-malas, mas a maioria estava escondida no forro das portas do carro. São três espécies: canário da terra, pintassilgo e pixoxó, que está ameaçado de extinção.

Todos foram levados para o centro de triagem do Ibama em Seropédica. Os técnicos do Ibama, acreditam que os passáramos já estavam há, pelo menos, dez horas no carro quando foram encontrados. Sem comida, sem água e passando muito calor muitos não conseguiram sobreviver. Até o fim da tarde metade tinha morrido.

Segundo os técnicos, os animais podem ter saído do litoral norte do Paraná, onde há remanescentes de Mata Atlântica. E seriam vendida fekra duque de caxas. Os pássaros que sobrevierem serão levados de volta. O casal vai ser multado em mais de R$ 250 mil e a pena para o crime pode chegar a 2 anos e 10 meses.

Mas para o Ibama a punição deveria ser ainda mais rigorosa.

“Infelizmente, a lei de crimes ambientais no Brasil não prevê, caso eles sejam réus primários, que eles fiquem reclusos. Mesmo sendo condenados, eles não ficarão presos”, lamenta Rogério Rocco, superintendente do Ibama.

RJTV Na Baixada em 09 de Agosto de 2007

Deixe uma resposta