Audiência pública sobre a reforma de BR-465 foi realizada nesta Terça

Nesta Terça feira, dia 09/12/2014, aconteceu na Câmara Municipal a Audiência pública sobre a reforma da BR-465 (Antiga Estrada Rio-São Paulo), que contou com a presença de representantes do Conselho da Cidade, Maria José, o Presidente da Câmara Municipal Vereador Oscar Goulart, Representante do Poder executivo (prefeito Martinazzo), David Maciel, Representante do DNIT, Dr. Arlei de Araujo Cardoso, A reitora da universidade Rural, Ana Maria Dantas, representante da Pesagro Marineide Pampolha, Rosângela Straliotto representante da EMBRAPA, o Presidente da Associação dos Moradores do Jardim Maracanã José Azevedo e o representante da associação comercial Fausto Fontanet.

Os engenheiros do DNIT e do Consórcio vencedor da licitação, tonaram público o que será feito na obra de reforma da rodovia. Durante os 22.800 metros que vão desde a praça de pedágio até a Avenida Brasil serão feitas intervenções, que consiste em restauração e implantação de acostamento, alguns trechos de duplicação que seriam: intercessão DNIT, próximo do pedágio até a fazenda do Marum, emendando com o retorno do Arco Metropolitano e um melhoramento até o Seropec; Outro trecho será após a segunda passarela até o trecho já duplicado em frente à UFRRJ e com uma construção de um novo viaduto entre a ciclovia e o viaduto já existente; No acesso à Piranema (RJ-099) e por ultimo dentro de Seropédica será num trecho antes da ponte do Rio Guandú.

O prazo para execução da obra será de dois anos com valor de 42 milhões de Reais e o tipo de contratação foi feita através de RDC (Regime Diferenciado de Contratações) que não preveem Aditivos.

Foram discutidos alguns pontos do projeto quanto à necessidade e anseio da população de Seropédica, tais como: Duplicação de toda extensão da rodovia, diminuição ou extinção dos Quebra molas, instalação e realocação das lombadas eletrônicas e radares, Melhoria na Sinalização, Passagens subterrâneas para pedestres em locais de muita circulação. Mas estas reivindicações não poderão ser atendidas, pois a obra já está licitada e com projeto já definido.

O Conselho da Cidade marcou para Segunda feira (15/12/2014), às 9 horas, uma reunião extraordinária para tratar deste assunto, discutir as demandas da população e do munícipio e gerar um documento a ser entregue às autoridades correspondentes a fim de solicitar e exigir que as propostas de melhoria sejam atendidas e até mesmo incorporadas nesta obra.

Abaixo você poderá assistir a gravação da audiência, infelizmente não conseguimos gravar totalmente, pois a bateria de nossa câmera não suportou até o fim da mesma.

One comment

Deixe uma resposta