Choque de ordem começa mirando publicidade irregular

Depois do município do Rio de Janeiro, restringir e organizar a publicidade nas ruas da cidade, limitando ações em outdoors, empenas, totens, entre outros formatos, a Prefeitura Municipal de Seropédica adere a iniciativa que tem o objetivo de organizar a publicidade na cidade e evitar a poluição visual.

FOTO 01 -Airton Aguiar propõe um choque de ordem na cidade. (FOTOS LEVI OLIVEIRA)
FOTO 01 -Airton Aguiar propõe um choque de ordem na cidade. (FOTOS LEVI OLIVEIRA)

De acordo com o secretário de Fazenda, Airton Aguiar, a utilização de viadutos e passarelas; postes, muros, gradis e pilotis, entre outros locais para a divulgação de publicidade será regulamentada pela secretaria de Fazenda. “As empresas interessadas em utilizar os espaços públicos devem se dirigir a secretaria de Fazenda e buscar maiores informações”, explicou Airton.

Airton Aguiar propõe um choque de ordem na cidade. Entre as mudanças estão normas para a utilização de calçadas por estabelecimentos comerciais, publicidade veiculada em outdoors, faixas e cartazes, publicidade em vias públicas, entre outras. “A ação terá o objetivo de combater a desordem urbana, diversas ações serão desencadeadas em diferentes áreas da cidade. A prioridade será o combate à publicidade não autorizada”, informou.

Uma das principais metas, segundo o secretário é diminuir a poluição visual na cidade. “Quando assumimos a administração, vimos que o grande desafio era regulamentar e organizar a publicidade na cidade. Para isso, seria preciso um conjunto de leis mais enérgicas para tratar a limpeza da cidade e cobrar daqueles que insistirem nessa situação”, explica.

 

Poluição visual na cidade

A divulgação de um evento, de um produto, de uma marca, é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, isso não se discute, é ponto pacífico. Nas vias públicas, a poluição visual vem sendo sistematicamente combatida e um dos melhores exemplos do êxito dessa luta é que os outdoors estão caindo em desuso e as campanhas de mídia indoor se intensificando.

Fonte: Jornal Atual

4 comments

  1. Se o arquiteto quer mesmo desafogar o transito, essa saída seria uma opção (de baixo custo) para as horas de “rush da av. Min. Fernando Costa. Quem fosse para a R. do Grêmio, Campinho de areia, e arredores da av.H (a verdadeira) poderia sair pela Bento Rodrigues Nóia, na altura da ponte da linha do trem e seguir por essa av. “K” pois ela passa pela linha. A outra opção seria a melhoria da pista até a passagem de nível verdadeira, mais abaixo na altura do mutirão Boa Esperança.
    Isso desfogaria um pouco o Rush do Centro (Km49) a curtíssimo prazo e a médio prazo poderia estimular o comércio da rua do Grêmio e arredores da região do campinho de areia.

    Minha sugestão é ao arquiteto e secretário, que peguem uma pick-up “off-road” façam esses trajetos preferencialmente às seis horas da tarde seguindo da UFRRJ e desviando pela Bento Rodrigues Nóia até a região do Campinho de areia.

  2. Na realidade a rua que eu cito acima é avenida “K”, é uma vergonha , não tem nem uma placa com o nome (por isso a confusão). Aquilo ali não tem explicação um buraqueira inexplicável, um descaso absurdo e olha que eu não tenho nada contra o atual prefeito, muito pelo contrário acredito que ele possa fazer um bom governo.
    Mas não dá esse mole, tá muito ruim aquela rua (Av. K). Sinceramente, já viajei por vários locais do Brasil, e nunca, nuca vi nada igual.
    Fica o apelo arruma aquilo de forma emergencial.

  3. A leitura correta disso é que a cidade de Seropédica quer aperfeiçoar a arrecadação, poluição visual e outras em segundo plano.
    Acorda prefeito, as ruas da cidade estão em situação de calamidade pública. E o carter do meu carro, quem que paga?
    Já viajei o Brasil inteiro, nunca vi uma rua em estado tã odeplorável como a avenida H (é uma vergonha chamar aquilode avenida).
    Todo ano pago meus impostos(IPTU) em janeiro, esse ano faço questão de só pagar após alguma melhoria nas ruas principalmente nessa av aghá e Alicínio Moffato, caso não aconteçam até dezembro de 2013 ,deposito o valosr em juízo.

  4. Não seria melhor começar asfaltando os buracos e colocando esgoto na rua? garanto que o que está sendo proposto só faz sentido quando as necessidades básicas estão preenchidas. o resto é demagogia de quem não quer encarar os problemas de frente. decepcionante…

Deixe uma resposta