Ciclovias abandonadas

Publicada em: 06 de Março de 2007

Moradores de Seropédica, Mesquita e São João de Meriti enfrentam dificuldades para se deslocar de bicicleta nestes municípios.

Em São João de Meriti, o mato cresce ao longo da ciclovia. Os moradores também reclamam do lixo e do entulho que atrapalham a passagem. Muitos utilizam a pista para ir trabalhar.

São muitos pedestres e ciclistas, mas algumas pessoas já evitam passar pela ciclovia. A maioria dos postes está com refletores quebrados e sem lâmpadas. Segundo a população, durante a noite, o local está às escuras e perigoso.

“Na parte da noite, ninguém passa por aqui”, comenta um ciclista.

Um trecho da ciclovia também não foi concluído. Uma praça seria montada no local, mas nem mesmo os bancos foram instalados. Um morador lamenta o abandono. “Está cheio de pedras. Um matagal”.

A equipe de reportagem do RJTV também foi a Seropédica, onde a situação é parecida. A ciclovia, que serve de ligação entre os bairros e a universidade rural, é cercada pelo mato. Bem ao lado, está a BR-465, onde alguns estudantes acabam se arriscando. É porque o caminhos dos ciclistas, de repente, desaparece.

“A gente precisa ter um ciclovia que, de fato, faça a ligação, que leve até a universidade”, reivindica o coordenador do diretório estudantil, João Brandão.

Pedestres e ciclistas também enfrentam dificuldades no município de Mesquita. A falta de manutenção das ciclovias também prejudica quem utiliza o espaço como área de treinamento esportivo. Em Mesquita, diversos atletas praticam o ciclismo, mas eles são obrigados a se arriscar pelas ruas.

Sidney e o filho são campeões estaduais e correm do perigo. “A gente tem que tomar conta do carro, para não atropelar a gente e ainda desviar dos carros que ultrapassam pelo acostamento”, reclama.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras de São João de Meriti disse que já existe um projeto de recuperação para a ciclovia. Quanto ao lixo, a secretaria informou que a coleta é regular.

A prefeitura de Mesquita informou que o projeto da ciclovia mostrado na reportagem é do governo anterior e admitiu que o local é inadequado. Por isso, será transformado em uma área de lazer, com equipamentos para jovens e idosos. Uma nova ciclovia será construída do outro lado da cidade até julho.

A prefeitura de Seropédica prometeu resolver a falta de iluminação em 15 dias. A Secretaria de Obras deve ira até a ciclovia para verificar os outros problemas e fazer um levantamento do que precisa ser feito.

Fonte: RJTV na Baixada

Deixe uma resposta