Iniciadas as obras para implantação da UPA

A UPA será erguida no bairro Incra, geograficamente estratégico para todos os moradores da cidade Foto: Jornal Atual

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h de Seropédica começou a ser construída no bairro Incra, às margens da antiga Rodovia Rio-São Paulo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Alexandre Passos, a escolha do local foi definida com o objetivo criar um polo de serviços de saúde numa região centralizada, que atende tanto a uma extremidade quanto a outra do município. “Esta é uma conquista muito importante para a população de Seropédica, pois trará maior qualidade e comodidade”, garante o secretário.

A Secretaria de Saúde da Seropédica informa que a unidade será decisiva na melhoria dos atendimentos de urgência e emergência. Ela é fruto de uma parceria com o Ministério da Saúde e o Governo do Estado. “Essas unidades funcionam como intermediárias entre as unidades básicas de saúde e os hospitais, ajudando a desafogar os prontos-socorros e ampliando o acesso da população aos serviços de urgência e emergência no Sistema Único de Saúde (SUS)”, explica Alexandre Passos.

O secretário enfatiza ainda o fato de a UPA’s 24 horas trabalhar de forma integrada com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “Ao ligar para o número 192, o cidadão tem acesso a uma central que oferece orientações de primeiros socorros, além de definir os cuidados adequados a cada situação. Em muitos casos, o Samu presta o primeiro atendimento e encaminha o paciente a uma UPA, que além de ter um toque de modernidade, proporciona maior conforto ao usuário”, diz Alexandre Passos.

O secretário explica ainda que outra vantagem oferecida pela unidade é a equipe de profissionais, composta por dois clínicos gerais, um pediatra 24 horas, dois enfermeiros, além de um consultório odontológico. “Diferentemente das unidades de saúde municipais, a UPA terá incentivos financeiros federal e estadual para que ela seja mantida, diminuindo o ônus de custeio para o município”, completa.

 

 

Fonte: Jornal Atual

Deixe uma resposta