Seropédica: Interesse italiano

Vice-cônsul da Itália veio conhecer potencialidades do município para avaliar a possibilidade de implantar indústrias na cidade
O vice-cônsul italiano, Giuseppe Romiti, visitou Seropédica na tarde de segunda-feira (15), sendo recebido no gabinete pelo prefeito Alcir Martinazzo. A visita teve como objetivo conhecer as potencialidades do município para avaliar a possibilidade de, futuramente, implantar indústrias italianas na cidade.

MARTINAZZO E o secretário Wilson Beserra conversaram com Giuseppe no gabinete. (FOTO LEVI OLIVEIRA)
MARTINAZZO E o secretário Wilson Beserra conversaram com Giuseppe no gabinete. (FOTO LEVI OLIVEIRA)

Giuseppe Romiti é responsável pelo Departamento Econômico Comercial do Consulado Italiano, órgão que dá assistência a operadores econômicos e empresas. “Atuamos favorecendo as relações econômicas entre Itália e Brasil, através de contatos com autoridades locais e o mundo empresarial. Nosso objetivo é assinalar as oportunidades econômicas que o Brasil oferece e trabalhar em colaboração com o Instituto para o Comércio Exterior e a Câmara de Comércio Ítalo-Brasileira”, explicou Romiti.

Na oportunidade Romiti fez uma breve apresentação das principais atividades das empresas representadas no encontro. “Espero poder voltar à Seropédica no futuro com resultados em negócios”, destacou ele, aproveitando para convidar o prefeito e os secretários presentes para visitarem o Consulado Geral da Itália, no Rio de Janeiro.

Martinazzo, por sua vez, falou sobre as potencialidades de Seropédica e as possibilidades de negócios entre os países. “Temos bastante interesse nas relações comerciais com a Itália, na instalação de novas indústrias e empresas em Seropédica, mas principalmente na parceria para o desenvolvimento da cidade”, explicou.

Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, Wilson Beserra apresentou as características da cidade e os benefícios que ela oferece às empresas. “Seropédica conta com uma ótima localização topográfica e estratégica, devido à proximidade da capital e o fácil acesso às principais rodovias. Possui ainda 80% dos 284 km2 da cidade situados em áreas planas, além de contar com o crescimento das cidades vizinhas”, enfatizou Wilson Beserra.

Também participaram do encontro o secretário de Ambiente e Agronegócios Ademar Quintella e representantes de empresas italianas.

 

Fonte: Jornal Atual

Deixe uma resposta