Tribunal apura irregularidades na Câmara de Seropédica

 O conselheiro Aloysio Neves, do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ),  é o relator do processo que analisa as contas de 2013, da Câmara Municipal de Seropédica, que ainda não foram julgadas. O conselheiro determinou que seja feita uma diligência na Câmara Municipal de Seropédica. Segundo documentos oficiais, as irregularidades teriam acontecido na gestão do ex-presidente e atual vice-presidente, Oscar José de Souza, também conhecido como Oscar Goulart (PSB). As contas de 2013 da Câmara de Seropédica, não foram aprovadas até hoje.

Na determinação, o conselheiro Aloysio Neves, determina que o atual presidente da Câmara Municipal, Waguinho do Emiliano (PRB), seja comunicado da decisão do TCE-RJ e que além de encaminhar os documentos, preste os esclarecimentos necessários.

Entre as irregularidades apontadas pelo TCE-RJ, estão débitos e créditos não contabilizados junto à Caixa Econômica Federal (CEF) com valores de R$ 454.477,03 e 403.402,28. Outra irregularidade apontada, são que os subsídios dos vereadores Waguinho do Emiliano e Huguinho (PRP), foram menores que os outros vereadores de Seropédica.

Uma das irregularidades apontadas pelo TCE-RJ, foi o fato da Câmara de Seropédica ter gasto mais de R$ 749 mil com funcionários, superior ao que determina a lei. Entre pagamentos de vereadores e servidores.

Segundo a comunicação enviada por Aloysio Neves, se os documentos solicitados não forem fornecidos, as contas poderão ser reprovadas.

 

Vereador Oscar Goulart esclarece determinação do TCE-RJ

Veja abaixo os documentos do TCE-RJ. Para ler, baixa clicar na imagem:

Clique para ampliar!
Clique para ampliar!
Clique para ampliar!
Clique para ampliar!

 

Fonte: Jornal Perfil  <–  Leia mais notícias.

24 comments

Deixe uma resposta