Usina em Seropédica criará 750 empregos na região

Unidade terá vagas para várias funções. Postos indiretos podem chegar a 2.800
Fonte: Jornal EXTRA

A construção de uma usina em Seropédica, na Baixada Fluminense, que vai produzir coque calcinado, matéria-prima da indústria de alumínio, promete gerar 750 empregos diretos e 2.800 indiretos na região. A iniciativa é da Coquepar, sociedade formada por Petroquisa (subsidiária da Petrobras na área petroquímica), Unimetal e Brazil Energy. A previsão é de que a unidade, orçada em US$250 milhões, comece a produzir em 2009.

Vários cargos

Segundo a Petrobras, durante a implantação do projeto, nas fases de construção e montagem, está prevista a geração de 500 vagas diretas e 1.800 indiretas. A usina vai precisar de caldeireiros, soldadores, mecânicos, eletricistas, instrumentistas, operários da construção civil e engenheiros, além de profissionais da área administrativa. Os empregos indiretos estarão ligados ao fornecimento de equipamentos e materiais que serão utilizados na montagem da planta.

A todo vapor

Na fase de operação, outras 250 oportunidades diretas e mil indiretas deverão ser criadas. Pelos cálculos da Petrobras, 50% serão para cargos ligados à operação, 30% para a área de manutenção e 20% para administração, gestão, vendas e financeiro. Nesta etapa, os serviços de transporte e alimentação vão gerar chances indiretas.

Fonte: ZAP – publicado em: 13/09/2007

Deixe uma resposta